segunda-feira, 16 de março de 2020

Cansada

Estou cansada.

De ver e ouvir a tv.

De ler noticias.

Cansada, cansada, cansada!

É muito para gerir, a informação chove a potes a cada 5 minutos volvidos. E pior, a falsa noticia corre mais rápido que a verdadeira.

Sinto-me cansada e enjoada até.

Cancelei tudo o que tinha combinado. Encontro com amigos da universidade. Part-times. Saídas de fim de semana. TUDO.

Hoje vim trabalhar, porque alguém tem de vir, se o país não pára alguém tem de trabalhar.
Tinha processos para resolver na conservatória de registo predial local, foi-me submetido email ainda antes das 9:00h, a cancelar sob estarem restringidos a situações de emergência tipificada, para mim melhor. Saio de casa ao escritório e do escritório a casa. Ponto final. A gerência aguarda novidades do governo. 
Tenho colegas nas ruas, a operar. Não temos máscaras para adquirir em lado nenhum no concelho. Vêm aqui transportadores, correios e clientes... 

Sinto-me cansada.

Esperei eu ontem até às 20h para ouvir o meu chefe de estado, e quando ouço "fála-vos Marcelo, o cidadão" apeteceu-me escalar o Evereste de furiosa que estava! Eu não queria ouvir o Marcelo, queria ouvir o Presidente de uma Republica que o elegeu. 

As estimativas apontam para +/- 48 mil infectados daqui a 15 dias... Mas não são meras estimativas? são, mas eu sou matemática, o meu dia-a-dia, desde criança foi rodeada por números e por estudo numérico. Vou ser sempre dada à matemática ao invés das línguas, e como tal, acredito nas curvas de evolução viral e do comportamento sincrónico da coisa.

Vamos morrer. E seremos muitos.

Aos que se deslocam ao interior ou ao Alentejo porque "lá não há casos", NÃO O FAÇAM, Itália teve a mesma e brilhante ideia e agora estão a morrer às centenas por dia e em todo o lado.

Eu só tenho pena de uma coisa, de eventualmente eu ou alguém da minha família ter de competir por um lugar nos cuidados médicos com uma das abeculas de Lisboa. (e que me perdoem quem não tem culpa nenhuma e é de lá).
É incompreensível o comportamento desta gente. Egoístas.

A quem acredita, ou a quem não acredita, que Deus injecte no mundo um tempo de cura transversal, que nos ensine a ser menos e melhor. 

Que o meu país declare estado de emergência TOTAL imediatamente. Fazendo circular apenas medicamentos e operacionais de emergência médica ou militares de segurança publica. Chega disto... Não temos a dimensão de uma Itália, podemos resolver as coisas num mês, vamos esperar para quê?

3 comentários:

  1. Estou como tu ou pior... Tenho notado na minha ansiedade, lá está.
    Não ando a dormir de novo e sinto já a minha OCD a vir e novo ao de cima e de forme bruta.
    Eu vou para casa, vão fazer layoff na empresa.
    Estou mesmo super preocupada.

    Pior, é a minha mãe que anda a sair de casa....

    Beijocas, força e coragem

    ResponderEliminar
  2. Por aqui eu e o filhote estamos de quarentena voluntária, o meu marido anda vai trabalhar esta semana mas já afixou um papel a dizer que não atende nem Clientes nem Fornecedores.

    ResponderEliminar
  3. O truque é reduzir a visualização de notícias a duas vezes ao dia e ocupar a cabeça e mãos com atividades que nos deem um verdadeiro prazer. :-)

    ResponderEliminar

Mealheiro (pelas mãos da Cláudia)

Hoje trago-vos uma novidade, que para muitos já não o é porque conhecem a Cláudia do blog " Eu também tenho um blog ", ela tem jei...