sábado, 29 de junho de 2019

Finalizar #6

Ver a imagem de origem
O sexto mês do ano acaba este fim de semana.
É bom chegar aqui, ainda que surpreendente. É aborrecido passar a vida a repetir isto, mas passaram 6 meses desde que iniciamos a nossa história em 2019. O tempo passa muito rápido! 
Junho foi paciente, com altos e baixos da normalidade que é a vida.
Obrigada Junho, até 2020. Foste de etapas.

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Mini-férias

Amanhã é feriado católico, praticamente uma paragem geral no país. Dia de corpo de Deus. Além disso, estamos em junho, é tempo do festejo dos santos populares. No meu município é comemorado o São João (24junho), sendo, claro está, feriado no concelho.
 
Feriado a uma quinta (20) e na segunda (24) seguinte. Decidiu a administração que na sexta há paragem coletiva.
 
São, assim sendo, e sem esperar, umas mini-férias de 5 dias, no finalzinho de Junho, para ganhar embalo para julho, que promete (mês antes da paragem do verão, promete, oh!, se promete) ser agitado.
 
Por aí divirtam-se.
Eu? Hoje depois das 20horas estou, oficialmente, de PAUSA. 😊😊
 

terça-feira, 18 de junho de 2019

Febre!

Um dos acessórios que uso diariamente é o relógio. Tenho um da Casio pequenino, muito estilo feminino desde Dezembro de 2015. E tenho um segundo, swatch, estilo desportivo (desde 2010/2011), para isso mesmo, desporto.
 
Ando a namorar a ideia de comprar um segundo relógio diário, e olhem-me este tããããão bonito:
 
 
(clique na imagem, para aumentar)
 

Acho-o um relógio muito bonito, traços e cores simples, tal e qual eu. Mas e aquele preço?
 
Fico aqui só a olhar mesmo!
(Se alguém se quiser antecipar com o natal, eu forneço a morada 😆😆😆😆)

terça-feira, 11 de junho de 2019

Como estamos na corrida? #2 (e no "resto")

Que corrida?
- Na das metas.

Lembram-se da publicação das metas com nome, de 30 de Janeiro? Escrevi-vos que passaria a chamar as minhas poupanças pelo o nome a que se destinavam. E passei a ter 3 metas:
  • 1ª Futuro;
  • 2ª Emergência;
  • 3ª "Fútil" (as coisas que gostaria de ter só porque sim).
Em março, estava assim:
  • 1ª - A 3.000,00€ do objetivo;
  • 2ª - 1% do objetivo;
  • 3ª - Tinha uma lista estimada em +/-200€.
E hoje?
  • 1ª - Estou a 2.064,68€ do objetivo;
  • 2ª - Tenho 21% do objetivo; Todo o dinheiro que tenho neste objetivo é proveniente de um dos meus part-time's. Não retiro valor ao salário para isto.
  • 3ª - Sobre a lista que tinha? Acabei por não comprar nada, ainda. Acabei por gostar de outros itens mais recentemente, mas até acho que a conta num total não chega a 100€. Mas nada definido para uma compra imediata.
O ano passado, por esta altura, estava a lutar pelos meus 2.925,82€. Que tinha de atingir até Dezembro. (Falhei, mas por pouco). Este ano estou com menos 861,14€ em luta. É claro que me dá algum descanso, mas não me garante o sucesso deste ano. A poupança de Junho está feita, mas espero juntar, ainda, mais qualquer coisa.
 
Tenho planos diferentes para as férias deste ano, portanto mesmo que pareça mais fácil que o ano passado, não o é, nem será. Mas o desafio é pessoal :)
 
(E NO "RESTO")
  • As amizades este ano têm tido um plano mais presente na minha vida. É preciso.
  • Iniciei a visualização a uma série nova, "The Originals" baseada e com argumento na série "Diário de Vampiros", trata a redenção de Klaus, um dos vampiros da família original (primeira família vampírica e com características imortais). Vou na 3ª temporada, ainda não tinha falado dela aqui, porque como em tudo, perco o entusiamo. Ontem foi feriado e terminei apenas de ver os últimos 20 minutos do 1º episódio da 3ª temporada, que já tinha começado a ver na semana passada. A 1ª temporada é de uma constante curiosidade, a 2ª já peca por algum arrastar de situação, e a 3ª começou um pouco chata, mas continuarei :)!
  • Tenho sentido curiosidade em explorar cursos de formação complementar na minha área. Não penso estudar, mas dou por mim nestas pesquisas…
  • A sobrinha com a qual passo mais tempo, já falei algumas vezes nela, terá um maninho ou uma irmãzinha. Verdade, noticia nova, por aqui no espaço. A mãe está de 3 mesinhos e uns diazinhos e nós (família na casa dos pais), soubemos no mesmo dia que eles. Não guardaram segredo. Assim que descobriram foram até lá a casa e foi a pequena que nos contou a novidade. Fizemos parte da viagem logo no inicio. Mas sabem? A minha pequenita está a sentir-se como ninguém. Faz birrinhas, anda cabisbaixa, pede atenção com comportamento que já não eram dela, fica com uma cara e um olhar distante. Não é fácil. Todos a adoramos e continuamos a trata-la exatamente igual. Se alguém aqui tiver experiência neste aspecto, partilhe pf.
 
Sobre iniciar a semana numa terça? Não vejo necessidade nenhuma! Boa semana :)

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Tarifário de Telemóvel

A D.ª Margarida, dona de um espaço com umas histórias à sexta que me fazem voltar às histórias contadas pelo meu avô e muuuuito mais, sob o nome "Casa do Pátio", questionou em comentário à análise final do meu mês de Maio se podia descortinar um pouco mais sobre o tarifário de telemóvel que tenho e como faço essa gestão. Aqui estou eu 😊

Começando pelo principio, sou da rede Vodafone à mais de 13 anos. Mantenho o mesmo número desde então e não faço questão de mudar. Na zona em que resíduo é a operadora que melhor sinal tem. Nesse aspecto estou satisfeita.
 
Já tive n tarifários, sempre a zelar pelo bem do meu bolso. Agora os dados/memórias vão-me faltar, mas descrevendo por alto, tive até à talvez uns 2 anos e meio um tarifário com chamadas e sms grátis ilimitadas para quem possui-se o mesmo tarifário e um x número de sms grátis por 7 € e pouco mensais. Todos em família tínhamos esse tarifário, então facilitava em muito os nossos contactos.
 
Foi descontinuado e atribuíram-me um tarifário no valor de 17,49€ mensais com chamadas e sms grátis até perfazer 1000min/sms  para a rede Vodafone e 100min/sms para outras redes e 3GB de internet.
Contras: Nunca gastava a totalidade dos minutos para a rede Vodafone, nem mesmo para outras redes e esse restante nunca era adicionado aos meses seguintes, iniciava sempre nos 1000/100. Acho que isto devia ser analisado e nem devia ser permitido. Pagamos pelo serviço total, não usufruído devia ser adicionado ao mês seguinte, o mesmo digo da internet.
 
Andei nisto, e por conformismo e preguiça, uns 2 anos. Em Dezembro de 2018 fiz as contas gerais anuais e em telemóvel eu tinha gasto mais de 210,00€, pensei na altura que era um absurdo e tinha de me reequilibrar neste gasto. E porquê?
 
- Porque pago a operadora de tv que contempla a internet wifi de casa e é onde eu uso o telemóvel para aceder à internet. Logo, estava a pagar 2 contas para ter internet (telemóvel e pacote de tv+telefone+int.)
 
- Não falo assim tanto em conversas telefónicas, por norma os assuntos são breves e fáceis de transmitir dado que é o telemóvel pessoal e serve para familiares e amizades (no do trabalho já não é bem assim, planejam-se trabalhos durante meias horas).
 
- Não estava disposta a voltar a pagar tanto por um serviço que não usava na totalidade e não me era benéfico em nada.
 
Pesquisei na página online da Vodafone tarifários do mais barato que houvesse e a pagar apenas aquilo que consumisse.
 
Encontrei o tarifário Vodafone Directo:
  • Sem carregamentos obrigatórios.
  • Com um custo de 9,9centimos min/sms para todas as redes.
  • Só tem uma exigência, efetuar uma comunicação ou um carregamento a cada 3 meses.
  • O valor mínimo de carregamento é de 7,50€ (todos os tarifário da rede Vodafone têm este valor mínimo).
A favor: A não obrigatoriedade de x em x tempos um carregamento e o evitar das típicas sms da rede a informar que daí a x dias retirarão o valor da mensalidade. Ativei este tarifário em Fevereiro e só ainda voltei a carregar o telemóvel ontem (teve mesmo de ser, estava com apenas 0,42€). Assim sendo de Fevereiro a Junho gastei 12,50€ (6 euros valor cobrado pela alteração de tarifário + saldo que deixei no telemóvel) + 7,50€ Carregamento por falta de saldo, um total de 20,00€ em 5 meses. Em 2018 em igual período gastei 87,45€. (Ainda bem que vi fazer esta publicação, deu para me esfregar a mim própria estes valores na cara!)
 
Devem questionar-se e pensar que não devo fazer contactos, mas na verdade faço. Vários até. Com colegas de treino em agendamento a horários, com familiares (e aqui tenho um truque, tudo o que a minha mãe precise, manda por sms ou liga em horários que sabe que estou livre - o tarifário dela está englobado no da operadora de tv e é ilimitado), e em situações diversas de contactos necessários. É claro que me dá algum trabalho, contabilizar os minutos de chamada e tudo isso, mas tem apenas a ver com a organização pessoal. Por ex. eu quando faço uma chamada, sei exatamente o que quero conversar e as questões que há ou não a resolver ao longo da chamada, não ligo por ligar, ou só para ouvir a voz da pessoa e me esquecer do assunto.
 
Tudo são prioridades e questões de organização.
Nem sempre é fácil, mas vai-se aprendendo.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Desafio de Maio - Finalização

Em Maio estipulei gastar o estritamente necessário com as contas obrigatórias e ainda assim tentar reduzi-las.
Tal como descrito aqui. Fui deixando os meus registo semanais, 1ª semana, 2ª semana e 3ª semana, falta portanto a última semana que abrange os dias 26 a 31 de Maio, onde gastei apenas 4,30€ em alimentação, assim sendo e analisando os gastos por categorias temos:
 
Gás: 26,10€
Alimentação: 56.90€
Combustível: 87,14€
Mealheiro de 2€: 18€
Mano: 10€
Maquilhagem p/ menina das explicações: 10€
Operadora TV: 56,91€
Análises clínicas: 7,50€
Mecânica automóvel: 15€
cinema: 7€
 
Com um total de gastos de 294,55€, (sendo que 18€ estão em mealheiro e são poupança) o que, sabendo que o ordenado mínimo nacional é de 600€ (e eu estou acima dessa categoria), poupei pelo menos 305,45€. Também se consegue concluir que os meus gastos estão concentrados nas obrigações da habitação. Saí e convivi na mesma, mas fizemos encontros mais a nível de desporto, onde não precisamos pagar nem consumir nada. Há valores que podia evitar, como ex. o cinema, a maquilhagem da menina a quem dou explicações, mas adiante, não empobreci.
 
Como gastos habituais que consegui eliminar este mês, tenho:
- Telemóvel; (c/ um custo mensal o ano passado de 17,49€ - este ano atualizei o tarifário s/ carregamento obrigatórios)
- Farmácia; (custo mensal sem valor fixo)
🙌🙌🙌

Tudo pronto para viver Junho 😊

Valor extra de ordenado - Novamente

Tal como já sabem recebo praticamente, não é certo, todos os meses um extra no ordenado. Esse valor estava desde o inicio do ano destinado a...