quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Desafio - Dia 3 👶

Nasci sozinha.
A minha mãe aguardava no corredor do hospital que a levassem para a sala de parto. Gritou por ajuda e chegaram a ela enfermeiras que lhe garantiram " a sua menina não é para já já". 
Pois não, não era. 
Mas fui. 
Nasci pela força da minha mãe, e quando chegaram novamente junto dela, já lá estávamos as duas. Tive sorte, não fiquei com o cordão a fazer pressão na garganta e tudo correu bem. Era pequenina. Estava chuva, frio. 

Talvez não tenha nada a ver com este acontecimento, mas o certo é que sou uma pessoa que gosta de por mãos em tudo e de fazer tudo sozinha.

"Até para nascer temos que dar a volta".

3 comentários:

  1. Puxa, essa não há de ter sido fácil para a tua mãe. Vejo que cada vez mais se evita a cesariana num primeiro impacto e vai-se esperando que a mãe consiga ter "condições" de um parto normal. Mas nascer sozinha, nem quero imaginar a preocupação da tua mãe em saber se estavas bem.
    Bjs,
    Marta

    ResponderEliminar
  2. Ena!! Que história!! Se um dia escreveres uma biografia sobre ti já tens um bom começo!!

    ResponderEliminar
  3. Bem, muito bom, apesar de tudo =)

    Beijocas

    ResponderEliminar

Mealheiro (pelas mãos da Cláudia)

Hoje trago-vos uma novidade, que para muitos já não o é porque conhecem a Cláudia do blog " Eu também tenho um blog ", ela tem jei...