quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Part-time n.º 2 - Explicações

Desde 2018 que vos falo que, fora o trabalho comum de profissão, tenho part-time's, que nem sempre é fácil mas consigo, ainda, perante o tipo de vida que levo, conciliar com tudo o resto.

Comecei a dar explicações a uma vizinha, que entretanto deixei, devido a motivos familiares no seio dela, e nos quais, não me quis colocar ao "barulho".

Em Setembro com o inicio do ano lectivo 2018/2019, uma colega de trabalho da minha mãe teve conhecimento das explicações que dei e perguntou-lhe se não podia orientar a filha dela nos estudos.

Aceitei. Mas foi muito mais difícil de trabalhar, que a menina minha vizinha. Estava no 7º ano mas não sabia o básico para ali chegar. Nem sei como foi passando. No primeiro período teve 4 negativas.
No segundo teve ZERO! e no terceiro manteve o ZERO!.

Valeu a pena.
Superou-se.

De Setembro a Junho, com as paragens normais por volta do natal, ano novo, páscoa, alguns feriados (que calhavam no dia de explicações), uma pausa forçada em abril, consegui ao todo:
286,00€

Certo. Nenhuma fortuna, muito menos comparado ao trabalho que deu. Mas levo isto para a boa acção do dia, e ainda retiro algum proveito.

Mas? Há sempre um não é. Eu mal aceitei dar as aulas, defini que o que ganharia seria para comprar itens para o enxoval sem ter de comprometer o meu salário mensal. Teria um fim especifico e um dia olharia para trás e saberia que daquela experiência tinha, A, B, e C.

Não esperei por junho para gastar este dinheiro, fui gastando conforme tinha o suficiente para o item que queria.

Comprei: 

  • Édredon no valor de 71,91€, que namorei na época natalícia. Comprei nos saldos, o último em loja, com desconto e meeeeeeu! É lindo! E um dia venho cá mostrá-lo :)
  • Faqueiro no valor de 55,00€ em inox-português, com 12 peças de cada (colher, garfo, faca, sobremesa, chá) e 3 unidades de servir, liso.
  • Ecrã do telemóvel, no valor de 100€, lembram-se de ter dito que tinha caído e que não contava nada com essa despesa? Pois :/ É um sufoco ainda olhar para isto! Na altura até foi a minha mãe que me aconselhou mesmo a usar o dinheiro das explicações. Mas não deixa de ser dinheiro mal gasto.

Sobram 59,09€ por gastar. Pensei numa batedeira manual que ainda não tenho e o valor consegue cobrir, mas ainda não decidi ao certo. No dia em que for gasto partilho.  

Foi tudo comprado em lojas locais na minha freguesia. Podia ter comprado nas grandes superfícies, até quem sabe mais barato, mas preferi ajudar o mercado local. A batedeira também pretendo que seja numa loja de electrodomésticos onde os meus pais sempre compraram as suas coisitas. Adoro o mercado, e gosto quando tenho tempo para "andar" por estas lojas. É um encontro de gente, gente de verdade.

Este ano lectivo não vou dar explicações. A mãe da menina já me contactou mas não vou aceitar. Eu só sei que ela teve 0 negativas porque fui à escola ver. A época de testes terminou e como é óbvio deixei de ir, até porque a escola terminou uma semana depois. As notas saíram e os pais foram convocados, não me disseram nada a respeito. Numa festa de verão local vi a menina, perguntei-lhe se não podiam ao menos ter-me informado das notas, disse que o telefone estava avariado e perante a conversa não me disse as notas. Tudo ok. A vida segue e a minha decisão está tomada.

A mãe disse que sabe que fiquei chateada, mas que paga mais. Há coisas que o dinheiro não compra, e uma delas é respeito.

Algo que aprendi bem pequena e levo na vida que tenho todos os dias é que, "uma mão lava a outra".

5 comentários:

  1. Uma mão lava a outra, e as duas lavam a cara! Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Realmente se ainda para mais queriam que continuassem as explicações era o mínimo dizerem que notas tinha tido a miúda.

    Pode ser que apareça outra aluna e aumente os rendimentos.
    Boas poupanças.

    ResponderEliminar
  3. São poucos os que recolhem os nossos esforços e neste caso o trabalho não deve ter sido pouco. Foi uma vitória conjunta e às vezes uma demonstração de gratidão vale mais que todo o dinheiro ganho. Beijinho :)

    ResponderEliminar
  4. Eu adorava mesmo arranjar um part time assim ou a fazer comida, sem a parte das "exigências" mas respeitando tudo, claro.

    Em relação ao enxoval, se não fosse o que a minha mãe e avó fizeram desde eu pequena, não tinha nada.
    Mas em relação a isso, cuidado com os electrodomésticos de energia. Se está para breve o saíres de casa, força. Se não estiver, vê lá que depois passam as garantias e se as coisas não funcionarem, já perdeste tudo.

    Beijocas

    ResponderEliminar

Saúde

Ando à uns dias com um torcicolo, isto dói imenso, chega a dar dores de cabeça, ando cansada disto e de ter isto.