terça-feira, 6 de novembro de 2018

Porquê o anonimato?

Nesta luta dos blogues, a identidade ou a falta dela podem ser limitadores para quem lê. Não se sabe quem está do outro lado, não se tem certeza da veracidade do que é escrito, não se acompanha a realidade da pessoa.
Compreendo. Mas quando decidi iniciar o blogue a ideia foi logo, de o ser anonimamente. O tema forte que escolhi para detalhar (tanto quanto possa) foi a poupança, ter alguém conhecido a ler-me poderia de algum modo inibir a forma como me expresso ou nos dados que transmito.
A maioria dos blogues que acompanho também são anónimos e não me faz confusão que o sejam, acabo mesmo por criar simpatia pelas histórias das pessoas e o facto de não saber se me cruzo com elas no meu dia-a-dia, numa viagem, num evento, não me faz querer descobrir quem são, nem perder o entusiasmo de as acompanhar.
Mas nem tudo é simples assim. Existem relatos de quem tenha sofrido horrores em perseguição à identidade, que tenha sido alvo de comentários depreciativos, comparações, conselhos. De conversas sobre o que foi escrito, palpitar sobre o que incomoda e foi relatado de modo anônimo, e foi desse modo violado.
Para quê a necessidade de tentar descobrir a identidade? Hackear contas não é algo que eu saiba fazer, nem nunca me interessei sequer pelo assunto, mas nas mãos de muitos não é difícil. Mas é algo constrangedor só de pensar.
Não escrevo nada de mal, nem de mal nem de mentira, mas se o faço de modo anónimo é porque não me quero expor do que sou inteiramente.
Se alguém que eu conheço lê-se o blogue, descobrir-me-ia? não sei. Existem traços que me poderiam denunciar, no entanto sei que me encaixo em grande percentagem com qualquer jovem da minha idade.
Se alguém me descobrisse? Encerrar o blogue seria uma opção. Eliminar as publicações mais detalhistas seria outra. A forma livre como escreveria é que nunca mais seria a mesma.
Não devemos agradecer uns aos outros por, mesmo que anonimamente, partilhar tanto? ensinar tanto? e fazer tanta companhia?

10 comentários:

  1. Concordo que não há problema nenhum no anonimato, e que eventualmente as pessoas acabam por se conhecer, mesmo sem associar nomes ou caras ao outro lado. :)

    Eu até estou habituado a partilhar a minha identidade, noutros blogs, mas no caso do OvelhaOstra também preferi o anonimato, tanto pela questão de familiares e amigos saberem coisas que não me interessa que saibam (e, como dizes, o receio disso poder constrangir o que escrevo), como relativamente a invejas e afins de colegas de trabalho (nunca me tentei pôr do lado de um leitor e ver se dava para deduzir mais ou menos quanto ganho, mas não me parece impossível), como também pela questão de alguém me poder tentar "lixar", passar-se por mim, fazer denúncias falsas às Finanças, etc..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo.
      Nunca tinha pensado nessa ultima abordagem que fazes… "denuncias falsas às Finanças", mas realmente é preciso cuidado.

      Eliminar
  2. Olá,

    Não me incomoda minimamente o anonimato. Sigo alguns blogues cujos autores são anónimos.

    Não optei pelo anonimato quando criei o meu blogue, simplesmente porque não me importo nada que saibam quem sou. Aliás, os meus amigos e familiares conhecem e acompanham o blogue...

    Beijinhos
    Margarida

    https://minhacasadopatio.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Concordo 10000% contigo.
    Também decidi fazer em anónimo o blog e pior, se soubesse que alguém conhecido me lia, de certeza que já não escreveria igual.

    Mas já conheci pessoas dos blogs e é igualmente maravilhoso =)
    Já me conhecem e continuo a escrever, mas a verdade é que acaba sempre por mudar algo.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso, a forma como depois se iria, ou não, escrever. Uma chatice portanto :S

      Eliminar
  4. Foi exactamente por ter perdido o anonimato que me vi forçada a tornar privado o meu blogue... e durante imenso tempo não me senti segura de poder estar à vontade naquele espaço que devia ser só meu...
    Provavelmente nunca voltarei a abrir ao publico em geral... As implicações, na minha vida, de conhecidos saberem o que passo/penso/faço seriam demasiado constrangentes... como de facto, chegaram a ser.
    Mas continuo a convidar leitores individuais ao meu blogue. Visto que o nosso tema é comum, mas com diferentes abordagens, se desejar posso enviar convite.
    Cumprimentos,
    Ariana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ariana,
      Agradeço imenso o seu convite, e é claro que aceito, gostava muito de a ler. Soube do seu espaço do Dário das Minhas Finanças Pessoais, e fiquei com imensa pena de não ter oportunidade de a ler, já que as referencias eram tão positivas :)

      Ficarei a aguardar :) e desde já, muito obrigada

      Eliminar
  5. Boa tarde!

    Enviei-lhe agora um convite com o link para o blogue, que lhe permitirá aceder a ele sempre que quiser. Pelo que me têm dito alguns leitores, parece que a coisa nem sempre funciona à primeira, e às vezes vai directamente para o spam.

    Beijinhos,
    Ariana

    ResponderEliminar
  6. O anonimato é mesmo para familiares e amigos não saberem coisas que não me interessa que saibam daí que seja semi-anónimo apenas sabe da sua existência quem eu quero.

    ResponderEliminar

Mealheiro (pelas mãos da Cláudia)

Hoje trago-vos uma novidade, que para muitos já não o é porque conhecem a Cláudia do blog " Eu também tenho um blog ", ela tem jei...