terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Ano - O Início

Sempre fui muito visual. Gosto de ler, escrever e mapear tarefas. Sejam lugares a visitar em viagens turísticas, sejam compras de supermercado, ou valores monetários a poupar.
Gosto da sensação de cortar palavras com a linha a rasurar tudo, de modo a dar um check no assunto.
Para 2019 tenho esse método pronto desde Novembro de 2018.
Tenho um bloco dividido por  objetivos, p.ex.
- Tarefas Empresariais (mapear os processos que vou concluindo)
- Amizades (referir encontros/eventos com os amigos - o objectivo é também recordar mais tarde)
- Poupança (objetivo mensal)
- etc's
- etc's
Também eliminei alguns assuntos da "esfera normal". Deixei de falar ou aprofundar as questões da minha vida pessoal (muitas vezes, ouvem-nos para comentar quando não estamos presentes), deixei de querer falar de dinheiro com alguns elementos dos meus grupos de amigos. Não vale a pena. Deixei de todo de falar de sonhos. Há objetivos/sonhos/metas que não devem sair além do que é nosso fisicamente. Ou além do nosso coração, talvez se perceba melhor, escrever assim.
Sempre fui reservada, mais que qualquer pessoa do grupo de amigos e/ou família, mas tinha um gosto enorme em partilhar aquilo em que acreditava, a fase em que estava na vida, o modo como encarava os dias, as noticias, as vivências. Mas o que recebia como resposta era sempre "menos", cargas negativas, o "ahm porque tudo te corre bem"; o "ahm porque a minha vida é uma merda".
Não me corre tudo bem, e as pessoas sabem disso, a diferença é que até então, até o que era mau eu partilhava de coração, com algum conforto e aceitação, sorria, e isso talvez irrite as pessoas. Ou talvez gostem apenas de demostrar a toda a hora que estão sempre pior que todo o mundo.
Deixei de olhar para trás. Sou muitas vezes as mãos de quem procura um desabafo. Mas deixei de querer ser eu a desabafar. Não vale a pena.  Escreverei quando precisar. É bem mais simples.
Deve ser tempo de deixar o que não me acrescenta. E isso também está escrito no bloco abordado acima, no campo "vida pessoal".
2019 tem de ser um ano bom.

3 comentários:

  1. Compreendo.
    Eu sinto-me meia "esquisita" por falar em poupar água, em reduzir lixo ou sequer por ter arriscado mudar de trabalho, que veio a correr mal.
    Só disse mesmo aos meus. Decidi que mais ninguém tem nada a haver com isso porque efectivamente, metade das pessoas não compreende =/

    E essa frase é brutal. Mas deixa-me corrigir-te... 2019 VAI ser um ano bom! =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Sou da opinião de que existem 3 coisas que devem ser mantidas em segredo na vida:
    - A vida amorosa
    - Quanto se ganha
    - objetivos a atingir

    Bom 2019 :)

    ResponderEliminar
  3. Quando mudamos alguns hábitos é que nós apercebemos das diferenças, ultimamente ando a comer mais saudavelmente e à minha vilta estão sempre a oferecer-lhe doces, se eu recuso ainda criticam, " não é por comeres uma vez que te vai fazer mal" mas as outras pessoas sabem lá o que é que me faz mal, ou se me apetece naquele momento comer aquilo. Antes eu nem reparava mas agora estou sempre atenta a essas tentativas de me importo algo. 2019 tem mesmo de ser um bom ano, estou a precisar mesmo disso.

    ResponderEliminar

Valor extra de ordenado - Novamente

Tal como já sabem recebo praticamente, não é certo, todos os meses um extra no ordenado. Esse valor estava desde o inicio do ano destinado a...