quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Das inutilidades (que se escrevem... e que se têm)

Na época festiva de final de ano "tive cá" uma amiga emigrada. Veio passar um tempinho à terra natal e que bom é o abracinho que quem está longe.
 
Reunimos o pessoal algumas vezes (não tantas quanto gostávamos, mas natal é família e cada um andou mais perdido pelos seus afazeres.).
 
Na última vez que estivemos todos juntos já se falou, inevitavelmente, da sua ida. Das malas por fazer, do que levar, de quando voltar, das pessoas que ficam, da viagem, do tempo de condução… e foi quando se falou no que levar que se me deu um click. Ela referiu que tinha de comprar uns vernizes novos para levar (que lá é tuuuudo mais caro!). Perguntei na minha inocência (porque, juro!, muitas das vezes no desenrolar das conversas, saem-me observações ou perguntas que aos olhos dos outros são descabidas) se já tinha acabado os que lá deixou ou se não tinha "cá em casa" para levar algum perdido.
Mocinhas todas a olhar para mim… Depois claro, a conversa continuou e até lhe disse um dos sítios onde tinha comprado verniz gel que se mantem lindamente na unha durante o mínimo de 4/5 dias.
 
A verdade é que pensei nisso. Nas inutilidades que fazemos questão de trazer na nossa vida. Já escrevi que em Agosto de 2017 decidi estar um ano sem comprar para mim, fosse o que fosse, e incluía, claro, os vernizes. Em Agosto de 2018 escrevi que ia comprar algumas coisas para mim nas férias de verão, incluindo a hipótese de comprar 2 vernizes… a verdade é que não comprei.
 
de Agosto de 2017 a Janeiro de 2019 não comprei nenhum, e vai uma distância de  +/- 18 meses. Bolas! Não houve nenhuma semana em que andasse com as unhas "nuas", e só por aí dá para perceber a quantidade de porcaria que juntamos em casa. E mais! As cores que uso neste momento são mais o transparente, creme e rosa suave… em 18 meses ainda duram 😜 , fará se usasse também os cinza, bordeaux, rosas…
 
Como isto, são tantas outras coisas. A compra de um verniz não me faz mais pobre, mas se não preciso compro para quê? No entanto, as minhas cores mais usadas estão a chegar ao fim, e a probabilidade de ter de os comprar é grande, mas também,,, passados 18 meses. Alias, em agosto 2017 decidi não comprar, mas não faço ideia de quando tinha sido a ultima compra deste artigo. E vou ter de comprar, porque sim, só uso essas cores, e não, não posso usar cores mais escuras (mas não me importo). Quanto aos cinza, bordeaux, rosas … que tenho? Estão bem apertados nas suas tampinhas e são usados mais em festas  😏😏😏
 
Por aí? Há artigos inúteis em pilhas?

2 comentários:

  1. Cada vez me livro de mais tralha, posto isto, acho que não. =P
    Por acaso tenho vernizes, mas como agora faço unhas de gel, nem sei bem o que fazer com eles.
    Talvez um dia os use, se precisar de tirar as unhas ou para pintar as dos pés, nem sei.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Já há algum tempo que também me dedico a comprar somente o que preciso e não tudo e mais alguma coisa, vernizes us quase sempre transparente ou rosa clarinho e também duram muito tempo, acho que o último que comprei foi da Avon em 2017 e o transparente (TOP COAT) da Cien (Lidl).

    ResponderEliminar

RAIZE

Já escrevi sobre a Raize  algumas vezes aqui no blog. Plataforma de empréstimo de dinheiro a empresas por parte de financiadores comuns. E...