quarta-feira, 24 de abril de 2019

Investimentos - Raize 04 (final)

Escrevi-vos em Fevereiro a minha inserção dos investimentos a nível nacional na plataforma Raize. Descrevi o processo de registo de uma análise breve à plataforma, aqui. O tempo foi passando e chegou o primeiro mês de receber parte do capital investido + juros líquidos (já fazem a retenção de IRS, portanto não existe a necessidade de declarar os proveitos na declaração de IRS, ainda assim, quem quiser fazê-lo, pode.), estava agendado para um sábado e descrevi-vos a análise a essa condicionante (pagamentos no fim de semana) aqui. Para quem não quiser ler tudo, o pagamento é feito no primeiro dia útil seguinte ao fim de semana.

Hoje trago-vos a análise final da plataforma em si.

Existe:

- Registo;
- Entrada de capital; (mínimo 20€)
- Ativação do Tracker; (só se fazem empréstimos através desta ativação, dado que os investidores já são bem mais que os empréstimos a solicitar - descrevi isso no primeiro link referenciado acima);
- Capital cativo perante as formalidades necessárias de empréstimo entre RAIZE - EMPRESA;
- Capital investido;
- Retorno mensal de prestações de capital+juros; (desde o momento em que fiquei com o dinheiro cativo e até ao momento de receber a primeira prestação, passaram 2 meses!)

(- Até aqui já vos expliquei o processo -)

- Hipótese de venda dos nossos empréstimos, pela ativação de "cessão". E é sobre isto que vos quero escrever hoje.
Existindo a necessidade de reaverem o vosso dinheiro investido, podem vender o vosso "empréstimo" colocando-o em cessão, pela adesão de pequenos investidores na plataforma acredito que não será complicado ou necessário esperar muito tempo para que a venda se realize. No entanto, ao vender o vosso empréstimo, vendem apenas o valor real que emprestaram e perdem o direito aos juros. Ou seja, para clarificar vou apresentar valores reais do meu primeiro empréstimo:

Investido: 18,76€ (tenho o tracker ativo com 20€, limite para carteiras até 400€, 400 esses que eu ainda não tenho, nem tão depressa vou ter, na plataforma)

1ª Prestação liquida de 0,41€ sendo 0,05€ de juros líquidos e 0,36€ de retorno de capital.

Então a empresa neste momento deve-me 18,76-0,36=18,40€ sem juros.

Se por alguma razão eu tiver de reaver o meu dinheiro e tiver de o colocar em cessão/venda, vou vender "apenas" os meus 18,40€ investidos e não conseguirei retirar do investimento proveito dos juros. Por isso é importante que não se invista dinheiro que se vá precisar o próximo mês ou mesmo no decorrer do ano.


Existem ainda regras para que se possa colocar os n/ empréstimos em cessão, como não ter prestações em atraso, não ter prestações a receber do empréstimo que queremos vender nos próximos 7 dias, mas estas informações surgem sempre que nos encontramos nessa situação, por exemplo, antes de receber a minha primeira prestação, acedi à "cessão" e verifiquei que não podia vender o meu empréstimo porque estava a 3 dias do agendamento para pagamento. Na imagem acima não é possível ver essa informação porque agora está tudo conforme, não tenho pagamento em atraso por parte da empresa e ainda faltam mais que 7 dias para o próximo pagamento, o que quer dizer que se quiser vender, posso.

E é isto, é mais uma valência da plataforma. A última.
Isto não serve de aconselhamento nem de incentivo a que se registem e invistam o vosso dinheiro, o retorno não é garantido. Isto é um teste pessoal, e nem eu estou de momento a colocar muito dinheiro. Mas gosto de partilhar a experiência.

A partir deste post não vou fazer mais nenhuma referencia ao investimento na plataforma, penso que com esta ultima análise a juntar às já feitas Investimentos - RAIZE (inicial) //  Investimentos - Raize 02 //  Investimentos Raize  03, ficam com uma ideia geral da plataforma, passarão apenas a existir análises ao retorno de capital e juros líquidos em comparação ao investido.



P.S. Não estava incluído nesta matéria, mas partilho o meu 2º investimento RAIZE, porque foi diferente do 1.º.
A espera entre terem reservado o meu dinheiro e a aceitação do investimento foi de 2 dias uteis, e já tenho a programação de pagamentos. Em Maio recebo o primeiro montante de capital+juros, processo bem mais rápido que o 1.º em que esperei 2 meses, tal como referido acima.

4 comentários:

  1. Eu continuo cheia de dúvidas, mas quando tiver trabalho a sério, se correr tudo bem, acho que vou investir em acções. Uma vez que ganhamos depois se a empresa tiver lucros.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Cláudia,

      Fazes bem :), opções são o que não nos falta. É preciso é poder-se alocar um x para este tipo de aventuras.

      Eliminar
  2. Pensas continuar a investir regularmente? Ou foi só um teste e vais ficar por aqui? Just curious. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde OvelhaOstra,

      Pretendo investir até ter, pelo menos, 10 empréstimos em curso. (faltam 8.

      Quando tiver 6 meses de empréstimos-retorno analiso se compensa ou não.

      Neste momento, ainda não aquece nem arrefece. :)

      Eliminar

Saúde

Ando à uns dias com um torcicolo, isto dói imenso, chega a dar dores de cabeça, ando cansada disto e de ter isto.