quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Divisão de ordenado

Ao terminar o ano de 2020 ainda me ocorreu fazer um orçamento 0, e ainda o comecei a fazer confesso, mas desisti a meio, no tipo de vida que tenho agora não faz de todo sentido, talvez noutra fase, ou então estou errada e devia sim fazer agora que não tenho tantas despesas. Mas pronto, decidi não prosseguir com este tipo de solução.

O orçamento zero é quando se pega no valor liquido que recebemos de ordenado e vamos deduzindo pelas despesas, obrigações, hobbies e poupanças até chegar aos 0,00€. Ou seja, cada cêntimo que recebemos está previamente destinado a alguma categoria.

O meu ordenado vai subir um pouquinho, assim decidi definir alguns valores fixos para categorias de gastos, dos quais:

- 350,00€ poupança;

- 30,00€ despesas anuais automóvel; (IUC e Seguro)

- 60,00€ combustível;

- 20,00€ prendas; (ajuda para ofertas de aniversário e natal)

- 30,00€ gastos indiscriminados; (gastos sem culpa)

- 70,00€ operadora de TV; (são sessenta e pouco, mas arredondei para 70€. Não esquecendo que a alimentação que compro faço-o com o cartão refeição)

TOTAL: 560,00€ 

Recebo acima deste valor, no entanto o que me sobra não tem destino programado, fica na conta ou será gasto em algo que precise, vai depender do mês. Mas por ex. pago cotas da ordem profissional a que pertenço, então por exemplo nesses meses será para cobrir esse gasto... e por aí vai.

Fazem orçamento 0€? Ou têm valores definidos e outros soltos como eu?

12 comentários:

  1. Adoro a ideia mas não posso. Sei algumas despesas fixas e consigo até colocar logo de lado para essas despesas, mas depois, a comida é sempre uma variável muito grande e não consigo muito por isso. E há meses e meses... Este mês deve ser um mês em que vou conseguir poupar de novo, devido a estar em isolamento, mas depois ainda me há-de aparecer a surpresa IMI... MEDO!

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo, realmente a alimentação é sempre uma inconstante, e nem sempre depende dos nossos hábitos, muitas vezes os preços dos produtos variam e enfim... é chato realmente.

      Que corra tudo bem neste novo confinamento por aí :) beijinho

      Eliminar
  2. Olha que engraçado! Sem saber desta técnica, tenho um orçamento 0 estipulado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa Beh :))

      Espero que a poupançazinha faça parte, um beijinho :)

      Eliminar
    2. Sim.. Tenho um orçamento estipulado para as várias despesas mensais, e outro para poupança por categoria
      E as categorias de poupança não são poucas!
      Tenho várias carteiras virtuais:

      Fundo de emergência
      Saúde
      Educação
      Despesas auto e manutenção
      IMI
      Presentes / Natal
      Quotas da ordem
      Despesas Casa (manutenção / obras / outros)
      Despesas extra
      Férias
      Amortização crédito habitação
      Projecto de realização pessoal

      Uns com mais valor alocado, outros com menos, mas sempre que tenho um imprevisto, seja com o carro, seja com a casa, tenho onde me segurar.

      Como disse num comentário anterior, comecei do zero. E aos poucos tenho vindo a construir uma educação financeira que me deixa mais sossegada.

      Ao final do ano, quando faço as avaliações e comparações anuais, fico muito feliz com o que consegui alcançar. Mas também fico abismada, ao não saber onde dantes gastava o meu dinheiro.

      Eliminar
    3. Beh, excelente, excelente, excelente; Que organização optima :))

      Adorei ler!

      beijinho

      Eliminar
  3. No inicio do mês realizo sempre o meu orçamento e divido-o:
    - fundo de emergência e quando atinge um valor superior ao pretendido, faço aplicações no certificado do tesouro;
    - despesas fixas e essenciais (luz, alimentação, renda, educação da filha, televisão e telemóveis;
    - despesas extras e de bem estar(roupa, calçado, festas de aniversário, cabeleireiro, restauração e férias).
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente, acho que é mesmo no inicio do mês ou no fim do anterior que se tem de olhar às prioridades e ao que será possível fazer ao longo do mês para "poupar" ou garantir essas poupanças :)

      Beijinho

      Eliminar
  4. Parece-me muito bem. Faz lembrar o sistema de envelopes. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, faz mesmo :) apesar de nunca me ter dado muito bem com esse sistema na prática, beijinho

      Eliminar

2º confinamento

Confesso que isto me deixa nervosa. Um país "parado", sinceramente não sei que será da nossa economia, dos pequenos negócios e das...