segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

2º confinamento

Confesso que isto me deixa nervosa. Um país "parado", sinceramente não sei que será da nossa economia, dos pequenos negócios e das famílias que vivem deles.

Embora, neste 2º confinamento veja bem mais gente nas ruas, e agora a minha zona por exemplo, tem imensos casos, enquanto que no 1º confinamento não tinha nem um e estava tudo trancado em casa, é isto que me assusta. Esta inconsequência.

Sempre fui muito ansiosa, se as coisas me começam a fugir do controle começo a "patinar" em todos os aspectos do meu dia a dia. Esta fase mundial não tem ajudado. Ontem fui ao nosso pomar comer laranjas, é praticamente sempre ali que me recarrego, fica a 20 passos da porta de casa. Enquanto comi as laranjas olhei o sol a partir em direcção à serra da aldeia e dei por mim a pedir a Deus para tudo ser diferente, dentro do meu coração e do coração do mundo.

Força para todos 💗.

9 comentários:

  1. Bem precisamos de força. Isto começa a ser assustador...

    ResponderEliminar
  2. Exactamente, parece que está tudo na mesma e também não percebo.

    Força. Isto vai deixar, quem sair disto sem apanhar nada, qualquer um doido.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, quem não sair com sequelas físicas sairá com sequelas psicológicas...

      Eliminar
  3. Estou muito decpcionada e desiludida com o povo português.
    Passamos de uma altura em que "juntos somos mais forte" e "vai ficar tudo bem", acompanhados de plausos à varanda a cada 24h, para uma fase de críticas atrás de críticas e de uma atitude inconsequente.
    As pessoas estão a tornar-se egoístas e só pensam no umbigo prórprio.
    Focam-se no que podem fazer (da tal lista de excepções) e não naquilo que devem de fazer. E não conseguem ver que muitas das excepções de agora, já o eram no primeiro confinamento, mas como se mantinham em casa, não sabiam.
    Este tipo de atitudes deixa-me muito triste, sinto uma enorme tristeza dentro de mim, e em certas alturas fico irritada mesmo.
    Vamos pagar bem caro... se vamos!
    E se isto tem tudo que fechar de vez, não sei como nos vamos aguentar...

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É exactamente assim que me sinto Beh, triste. E concordo, a excepção não pode ser "motivo" ou "desculpa" para se sair. Isto não vai acabar bem, estamos com milhares de mortos e está apenas a começar ....... Nem quero imaginar o que "aí vem"

      Eliminar
  4. Por aqui estamos em isolamento profilático por prevenção e amanhã vou fazer o teste. Em principio está tudo bem, pois não tenho qualquer sintoma e o contacto com o positivo foi minimo.
    Se o medo já era muito agora nem te conto.
    Não percebo a calma dos portugueses com as noticias que dão. :-(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem quer imaginar o que sentes :(
      muita força e que corra tudo bem :| beijinho grande

      Eliminar
  5. Eu estou em casa vai para 11 meses, sempre a trabalhar, graças a Deus.
    Nem no verão parei.
    Admito estar cansada, revoltada com a leviandade dos outros, mas já habituada a este ritmo.

    Beijinho e força,

    ResponderEliminar

Concluir Maio, resumo do mês

Conforme publicação anterior, tinha em poupança 2.500,00€. Com o inicio de Junho já entrou o novo ordenado em conta e assim pude ver quanto ...