segunda-feira, 3 de junho de 2019

Desafio de Maio - Finalização

Em Maio estipulei gastar o estritamente necessário com as contas obrigatórias e ainda assim tentar reduzi-las.
Tal como descrito aqui. Fui deixando os meus registo semanais, 1ª semana, 2ª semana e 3ª semana, falta portanto a última semana que abrange os dias 26 a 31 de Maio, onde gastei apenas 4,30€ em alimentação, assim sendo e analisando os gastos por categorias temos:
 
Gás: 26,10€
Alimentação: 56.90€
Combustível: 87,14€
Mealheiro de 2€: 18€
Mano: 10€
Maquilhagem p/ menina das explicações: 10€
Operadora TV: 56,91€
Análises clínicas: 7,50€
Mecânica automóvel: 15€
cinema: 7€
 
Com um total de gastos de 294,55€, (sendo que 18€ estão em mealheiro e são poupança) o que, sabendo que o ordenado mínimo nacional é de 600€ (e eu estou acima dessa categoria), poupei pelo menos 305,45€. Também se consegue concluir que os meus gastos estão concentrados nas obrigações da habitação. Saí e convivi na mesma, mas fizemos encontros mais a nível de desporto, onde não precisamos pagar nem consumir nada. Há valores que podia evitar, como ex. o cinema, a maquilhagem da menina a quem dou explicações, mas adiante, não empobreci.
 
Como gastos habituais que consegui eliminar este mês, tenho:
- Telemóvel; (c/ um custo mensal o ano passado de 17,49€ - este ano atualizei o tarifário s/ carregamento obrigatórios)
- Farmácia; (custo mensal sem valor fixo)
🙌🙌🙌

Tudo pronto para viver Junho 😊

6 comentários:

  1. Parabéns pela poupança.

    Pode explicar como consegue gastar tão pouco em alimentação?

    Muito obrigado.

    Continuação de boas poupanças.

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde,

    Primeiramente obrigada :) e sim posso explicar,

    Eu vivo em casa da minha família (país) e então os encargos que tenho com a alimentação não são os mesmo que teria se vivesse em casa própria. Ainda assim, assumo muitas vezes as contas e não me queixo disso, tenho algumas formas de me gerir:

    - Questiono sempre a minha mãe se há alguma coisa urgente e/ou que pense fazer nessa semana e vemos as duas o tipo de acompanhamento (massa, arroz, batata - que temos da horta) e compro o apenas necessário;

    - Fazemos muitas vezes uso do que a horta nos dá, e por isso zelamos o que plantamos. Poupamos muito assim.

    - Não compro doces nem bolos para lanches, prefiro fazer em casa.

    - Também não compro refrigerantes, podia mas não o faço. Não consumo e a minha mãe prefere ser ela a comprar este item.

    - Vejo muitas vezes o preço de carnes nos supermercados que tenho perto (mini-preço/pingo-doce/ intermarche) e opto pelo + barato. São relativamente perto, não gasto mais por deslocação.

    - Fazemos, por norma, compras ao mês, e este acho que é o maior truque. Elaboramos lista do necessário e fazemos as compras juntas, ela paga 50% eu outros 50%. Dependendo das alturas ela paga 70% e eu 30%. As nossas compras centram-se sempre, na carne, mercearia, fruta, bens de higiene e limpeza, coisas realmente necessárias, isto claro, lembrando que temos muita coisa da horta (batata/cebola/alho/feijão/favas/ervilhas/alface/pepino/tomate/corjete/abobora/oliveiras-azeite) e um pomar com alguma fruta (laranja/ameixas/maça/cereja/diospiro/nêspera/limão/uva/)

    Espero ter esclarecido,

    Resto de boa continuação :)

    ResponderEliminar
  3. Olá,

    Admiro imenso a sua organização e disciplina no controlo dos gastos e das poupanças! Muitos parabéns!

    Posso pedir um conselho que me dava grande ajuda? Que tipo de tarifário tem no telemóvel e como faz a sua gestão? Pode fazer um post sobre isso?

    Obrigada e um beijinho.
    Margarida
    https://minhacasadopatio.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :)

      Claro que sim, o seu pedido está a ser "descrito" para uma próxima publicação.

      Beijinho

      Eliminar
  4. Muito bom!
    Estás de parabéns, mais uma vez =)

    Beijocas

    ResponderEliminar

Da vida (atualização)

Bom, por onde começar? Isto hoje é capaz de ficar tudo baralhado, já não vos escrevo à muito tempo (2meses praticamente) e vou dar-vos as úl...